Como anda sua relação com o dinheiro? Saber lidar com as finanças é essencial se você quer ter uma vida financeira estável e principalmente, saudável. A forma como tratamos nosso dinheiro define a vida que temos e como estaremos financeiramente no futuro.

Se você nunca parou para analisar sua situação com seus ganhos antes, saiba que fazer essa análise lhe abrirá portas para planejar seu futuro, adquirir bons hábitos e viver em paz, pois o maior benefício disso com certeza é fazer a gente priorizar o que realmente importa na vida.

Por isso, leia o artigo, veja como anda sua vida financeira e descubra como melhorar a relação com o dinheiro para ter uma vida melhor em todos os aspectos!

O que seria uma boa relação com o dinheiro?

Antes de entrar no tema, você consegue imaginar como é a relação do brasileiro com o dinheiro?  Se você respondeu “ruim”, acertou. Infelizmente, os brasileiros não são muito bons em cuidar de suas finanças.

Ocorre que, se as finanças não vão bem, a vida pessoal, profissional, social e até amorosa pode ter complicações. As pessoas vivem e agem pelo dinheiro e a má administração ou falta desse recurso pode ser prejudicial para todos. Sem dinheiro ficamos sem acesso a diversos produtos e serviços, sendo muito deles essenciais.

A população brasileira, de uma forma geral, não sabe administrar sua renda, vive endividada, recorre a empréstimos e muitos não têm sequer uma reserva de emergência.

Engana-se que isso acontece somente com os mais pobres por causa da desigualdade e o salário mínimo que é pouco. A falta de educação financeira está presente em todas as classes sociais. Ou seja, as pessoas não têm uma boa relação com seu dinheiro independente da sua condição social.

Mas então, o que seria uma boa relação com o dinheiro? Uma pessoa que sabe tratar seu dinheiro com respeito é aquela que sente-se bem com o que tem, sabe estabelecer suas prioridades e utiliza seu dinheiro com sabedoria.

Em outras palavras, quem tem uma boa relação com o dinheiro o tem como aliado ao invés de inimigo e consegue ter tudo com o valor que possui.

Os benefícios de uma pessoa que tem essa relação harmônica são: sente-se mais feliz e realizado com o que possui, sabe utilizar seu dinheiro no que realmente importa e tem estabilidade financeira.

O contrário você deve imaginar. A pessoa que tem uma má relação com seus ganhos vive insatisfeita, gasta seu dinheiro sem responsabilidade e parece que sempre lhe falta dinheiro para o que deseja. Tais atitudes levam uma pessoa a desperdiçar seus recursos de forma imprudente, podendo ter prejuízos financeiros.

Como melhorar a relação com o dinheiro?

Se você se identificou com as pessoas que tem uma relação saudável com o dinheiro, parabéns, está no caminho certo! Isso significa que você utiliza seu dinheiro com responsabilidade e é assim que começa sua jornada para fazer seu dinheiro ser um aliado e trabalhar para você.

Caso você se identifique com aqueles que têm uma relação desgastante e triste com seus ganhos, está na hora de mudar.

Confira a seguir o que fazer para melhorar essa situação:

1. Busque educação financeira

Educar-se financeiramente é essencial para você adquirir visão crítica e questionar seus hábitos e o modo como você utiliza seu dinheiro. Por isso, faça cursos, leia artigos, veja vídeos e leia livros sobre o tema.

Dessa forma, você evita viver no ciclo vicioso que quase todos vivem, que é aquele “trabalho, recebo meu salário, gasto tudo, faço dívidas e fico sem dinheiro para o que importa”.

Ou então, como diz Robert Kyiosaki, autor do livro “Pai Rico, Pai Pobre”, as pessoas ficam no que ele chama de “corrida dos ratos”. Para entender o que isso quer dizer e mais 7 lições fantásticas sobre dinheiro que a obra traz, confira este link.

Inclusive, o blog está cheio de artigos para você aprender a lidar com seu dinheiro e aprender a investir. Vale a pena procurar o que deseja e ler a respeito!

2. Saiba diferenciar gastar dinheiro de utilizar dinheiro

Gastar dinheiro é totalmente diferente de utilizar seu dinheiro. Se você usa seu dinheiro em supérfluos ou coisas desnecessárias. Ou seja, no que poderia ter sido economizado, você está gastando.

Por outro lado, quem usa suas finanças no que importa, em necessidades, em atividades que lhe dão prazer e felicidade e investe, seja no mercado financeiro ou em algo que acredita e gosta, está utilizando o dinheiro com sabedoria.

Saber essa diferença é essencial para você entender a forma como utiliza seus ganhos e saber diferenciar o que importa do que é apenas desejo.

3. Saiba o que realmente é importante

Saber o que importa é um dos primeiros passos para iniciar uma vida financeira tranquila e promissora. Depois de educar-se financeiramente, fica mais fácil distinguir o que importa do que é gasto supérfluo.

Em outras palavras, você saberá priorizar melhor e entenderá que desejos são apenas momentâneos e não algo que seja necessidade. Entenda a diferença entre necessidade e desejo acessando este link.

4. Organize-se financeiramente

Ter uma vida financeira organizada deve ser a regra número 1 de todos que almejam uma vida financeira feliz e que o dinheiro seja utilizado de forma eficiente. Por isso, anote seus gastos, suas entradas e saiba administrar seu dinheiro e despesas.

No blog há diversos artigos que podem lhe ajudar a organizar-se financeiramente. Confira alguns abaixo e faça isso sem dificuldades!

5. Tenha o hábito de poupar

No início, poupar parece ser a tarefa mais complicada do mundo. Mas com o tempo, isso se torna um hábito, ou seja, começa a ficar fácil. Poupar lhe dará possibilidades para realizar sonhos, ter uma boa condição financeira na aposentadoria e utilizar no que realmente lhe faz feliz.

Depois de algumas conquistas, você irá poupar cada vez mais para realizar o que deseja, seja metas de curto, médio e longo prazo.

Está gostando da leitura? Confira esses artigos relacionados:

Ter uma boa relação com o dinheiro é possível, basta educação financeira e mudança de hábitos e crenças. Isso é essencial para termos felicidade financeira, consciência e ainda contribui para que possamos utilizar nossas finanças com sabedoria.

Por isso, procure ter uma relação saudável e construtiva com seus ganhos e tenha inúmeros benefícios para a sua vida!

Que tal se juntar a inúmeras pessoas que recebem dicas valiosas para fazer seu dinheiro render? Então assine a newsletter e fique por dentro das melhores maneiras de fazer seu dinheiro trabalhar para você!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *