Cada vez mais pessoas têm estudado sobre finanças, procurando saber como lidar com suas economias de maneira inteligente. Além disso, há uma busca crescente por investimentos. Entre as diversas possibilidades, investir na bolsa sozinho surge como uma das opções.

Contudo, muitas vezes esse mercado se mostra desafiador, em especial para quem tem pouca experiência. Será que é possível realizar seus investimentos sozinho? Com conhecimentos e alguns passos fundamentais, essa tarefa pode ser facilitada.

Quer saber mais? Confira este conteúdo para saber como investir na bolsa brasileira (a B3) sozinho e quais as principais dicas para fazer isso de maneira adequada!

O que é a bolsa de valores?

Não é adequado começar a investir na bolsa sem saber ao certo o que ela significa. Essa falta de compreensão pode fazer com que o investidor cometa diversos erros, gerando uma série de prejuízos. Por isso, é importante ter clareza quanto ao que é a bolsa de valores.

A bolsa é um ambiente de negociações financeiras. Por meio dela, diversos investimentos podem ser feitos. Alguns dos mais comuns são:

  • Ações: partes de uma empresa que fica disponível para negociação. Quem possui uma ação se torna um acionista — um sócio da empresa;
  • ETFs: os exchange traded funds são fundos de investimentos também chamados de fundos de índice. Nessa modalidade, o investidor compra cotas e pode se expor a uma carteira de ativos, segundo um indicador replicado pelo ETF;
  • Fundos Imobiliários (FIIs): também são fundos de investimentos, mas focados no mercado de imóveis. Podem investir em imóveis físicos, títulos de renda fixa imobiliária e cotas de outros FIIs;
  • BDRs: brazilian depositary receipts são certificados que representam investimentos internacionais. Logo, permitem exposição estrangeira sem sair da bolsa do Brasil.

Cada investimento na bolsa é identificado por um ticker — um código com letras e números. Com ele, você pode encontrar a alternativa, checar seu preço e realizar ordens de compra e venda. A negociação depende de uma contraparte interessada para ser liquidada.

Além de entender o funcionamento da bolsa de valores, é importante ter ciência a respeito do funcionamento e significado de cada um desses ativos. Assim, você pode identificar qual deles será mais adequado às suas necessidades e estratégias enquanto investidor.

Por que investir na bolsa?

Você viu que a popularidade da bolsa de valores está cada vez maior. Mas não faz sentido começar a investir apenas porque essa prática se tornou comum. É necessário ter clareza quanto aos motivos dessa popularidade — e ver se eles são vantajosos para você.

Confira os principais!

Possibilidade de lucros mais altos

Uma das grandes vantagens de investir na bolsa é a possibilidade de lucrar acima da renda fixa. Isso porque, ao envolver riscos maiores, as chances de ganho não são limitadas por taxas de juros como nos títulos mais seguros.

Oportunidade de ser sócio de grandes empresas

Entre as vantagens de investir na bolsa, está a oportunidade de se tornar sócio de grandes empresas. Por meio da compra de ações o investidor pode passar a ter ganhos com o desenvolvimento delas.

É possível ter lucro com a venda após a valorização do ativo ou com o recebimento de proventos. E você não está limitado a companhias brasileiras. Por meio de BDRs e ETFs é viável se expor a empresas globais (como Disney, Microsoft, Amazon etc.).

Diversidade e alternativas para quem tem pouco dinheiro

Outro benefício da bolsa de valores é ter muita diversidade de investimentos. Logo, você pode encontrar opções para seu perfil e objetivos. Inclusive, há alternativas acessíveis com menos dinheiro. Por exemplo, ações no mercado fracionário, FIIs e fundos de índice.

Como começar a investir na bolsa sozinho?

Para quem deseja entender como investir na bolsa sozinho, é importante seguir alguns passos. Desse modo, você evita decisões equivocadas que podem acarretar prejuízos financeiros.

Acompanha dicas!

Conheça seu perfil e defina objetivos e estratégias

O primeiro passo para começar a investir sozinho é ter clareza quanto ao seu perfil investidor. Isso significa saber como você lida com os investimentos, principalmente com relação aos riscos envolvidos.

Você pode ser conservador, moderado ou arrojado. Por conta dos riscos, a bolsa é mais adequada para os dois últimos. Além disso, é fundamental entender o motivo pelo qual você está investindo. Para isso, defina seus objetivos.

É importante entender que o dinheiro é uma ferramenta, não um fim em si. Sem ter clareza quanto ao seu perfil investidor e os objetivos a serem alcançados com o investimento, as chances de perder o foco da estratégia e tomar decisões equivocadas são mais altas.

Abra uma conta em um banco de investimentos

Depois de ter clareza quanto ao perfil e objetivos, é necessário contar com uma boa instituição financeira para fazer suas operações. O ideal é abrir uma conta em um banco de investimentos — como o BTG Pactual digital, o maior da América Latina.

Transfira o valor desejado

Após abrir sua conta, é necessário transferir para ela o valor em dinheiro que deseja investir. Você pode começar aos poucos, para ganhar experiência na bolsa e aprender a lidar com os investimentos e as oscilações de preços — que são frequentes nesse ambiente.

Escolha o ativo que deseja e opere por meio do home broker

Com o dinheiro disponível, é hora de escolher como você quer alocar seu capital. Essa escolha é muito importante, pois determinará os resultados dos investimentos. Por isso, é essencial estudar sobre o mercado e ter uma estratégia.

Ao identificar quais ativos quer adquirir, basta acessar a plataforma de operação do banco para a bolsa — o home broker. É por meio dessa ferramenta que os ativos são negociados. Todo o procedimento de compra e venda é feito pela internet.

Entender como investir na bolsa sozinho é fundamental para quem deseja lidar com seu capital de forma inteligente, alcançando seus objetivos financeiros. Logo, não deixe de seguir os passos que viu neste conteúdo!

Quer começar a investir na bolsa? Então abra sua conta agora mesmo e opere de forma simples!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *