Comprar um carro nunca foi uma tarefa fácil. Diversos detalhes devem ser analisados com muita calma para evitar uma decisão mal pensada. Fazer uma má opção, não observando certos aspectos na hora da escolha pode resultar em dinheiro sendo jogado fora, dores de cabeça, estresse e até dívidas.

Infelizmente, alguns erros vivem se repetindo entre os que não se informam antes de adquirir um novo veículo. Tais equívocos podem ser fatais e levar a um arrependimento terrível posteriormente.

Confira agora os maiores erros que você deve evitar antes de comprar um carro!

1. Não fazer um orçamento antes

A primeira atitude que você deve ter na hora de comprar um carro, seja novo, seminovo ou usado, é estabelecer um orçamento com o valor máximo que você pode utilizar na aquisição.

Escolher um carro que gostou sem levar esse detalhe em consideração pode fazer você se prejudicar financeiramente, a ponto de se endividar e, em casos mais graves, vender o que acabou de comprar.

No orçamento, deve levar em consideração outros gastos como: revisão do carro, possíveis peças que devem ser trocadas, dentre outros itens.

2. Comprar no impulso

Você é daqueles que entra em uma loja, vê um produto, se apaixona e logo o compra? Se for assim, cuidado para não fazer isso na hora de escolher seu automóvel!

Carros são produtos caros e não podem ser tratados como produtos quaisquer. Por isso, comprar por impulso ou na ansiedade pode fazer você ter escolhas ruins, levar um produto ruim ou prejudicar sua vida financeira.

Muitos consumidores se prejudicam com isso. Tanto que, diversas lojas se aproveitam dessa mania de comprar por impulso e criam “promoções”, que muitas vezes não valem a pena.

Mesmo que o carro aparente ser bonito, analise com calma seu estado, o valor, pesquise opiniões na internet sobre o modelo e busque pelos detalhes que desvalorizam. Nunca compre sem antes analisar todos esses aspectos. Feche o negócio somente quando se sentir seguro.

3. Não pesquisar antes de escolher o modelo

Como dito anteriormente, pesquisar é realmente necessário, sendo uma das partes mais importantes de todo o processo de compra. Veja na internet opiniões sobre o modelo, converse com especialistas, veja o que pessoas que tem o modelo que você quer dizem e olhe o carro pessoalmente nas lojas físicas.

Vá em lojas confiaveis e, se precisar, visite mais de uma antes de fechar o negócio. Escolha aquela que apresentar a melhor proposta e aparentar ser a mais sincera na hora de apresentar o produto.

4. Comprar um carro maquiado

Esse erro é muito grave e muitos não observam na hora da compra. Carros maquiados existem nas diversas lojas de usados e seminovos, e pode custar caro ao consumidor. Diversas lojas utilizam truques para esconder problemas que os carros possam ter apresentado.

Para evitar adquirir um carro maquiado, siga algumas dicas:

  • compre o carro com o manual;
  • participe da inspeção técnica do carro;
  • confira se há assimetria nas portas, tetos, porta-luvas e outros lugares do carro.

Analise cada centímetro do veículo que deseja e observe tudo antes de levar o que gostou.

5. Não fazer um test-drive

Por incrível que pareça, há quem pule essa etapa. Fazer um test-drive é importante, tanto para o carro usado e seminovo quanto para o zero quilômetro. Nesse teste, você poderá encontrar ruídos estranhos, ver se o carro é confortável e se o modelo é realmente adequado para você.

Durante o passeio, verifique pontos como: espaço interno, direção, freios e outros que podem ser importantes para você.

6. Não saber qual o seu objetivo com o carro

Cada um tem um objetivo ao adquirir um automóvel, como viajar, trabalhar ou usar dentro da cidade. Para evitar arrependimentos, pense nisso e escolha um modelo que atenda ao que você deseja.

Por exemplo, se você viaja muito, um carro muito pequeno, com porta-malas diminuto e com motor 1.0 pode não ser adequado, enquanto que para usar somente para trabalhar, um modelo desses já basta.

Por outro lado, se você tem uma família numerosa, um carro maior pode ser mais adequado do que um menor.

7. Não fazer um seguro

Antes mesmo de adquirir um veículo novo você já deve pensar em um seguro e colocar no cálculo o valor que será usado para isso. Não se pode esquecer deste item!

Por mais que você seja cuidadoso e acredite que nada acontecerá com você, um seguro contra roubos, acidentes e até perda total é sempre interessante para evitar perder dinheiro caso esses infortúnios aconteçam.

8. Comprar itens supérfluos para o carro

Lojas especializadas em carro vendem diversos acessórios para deixar o veículo completo e cheio de mordomias que, muitas vezes, não são importantes.

Por isso, exagerar nesses acessórios logo depois que adquiriu o veículo pode fazer você gastar com produtos nada necessários e ainda corre o risco de faltar caso aconteça algum imprevisto ou acidente.

Mas que tipo de acessórios podem ser considerados supérfluos? Rádios MP3, instalação de teto solar e caixas de som, dentre outros, são bons exemplos.

Se você deseja muito ter esses acessórios, compre depois de instalar os itens necessários e fazer as revisões. Planeje-se para, quando comprá-los, evitar ficar sem dinheiro para imprevistos.

9. Instalar acessórios em outras lojas

Vamos supor que você adquiriu um carro e pediu um orçamento na concessionaria para instalar o ar condicionado. Você achou caro e resolveu instalá-lo em outra loja para pagar mais barato. Pergunta: você acha que foi a melhor decisão?

Se acha caro instalar acessórios importantes na loja própria do veículo e prefere pagar mais barato em outro lugar, saiba que isso pode lhe prejudicar.

Isso porque em muitas situações “o barato sai caro” e mesmo que você economize em uma outra loja, dependendo do caso, pode perder a garantia do carro, por exemplo.

Por isso, por mais caro que seja, instale no próprio vendedor do carro para evitar isso.

10. Não levar em consideração todos as despesas

Talvez um dos maiores erros ao comprar um carro seja esse. Muitos apenas olham o valor do carro e calculam o valor da parcela para saber se conseguirão pagar.

Como citado, fazer um planejamento e um orçamento para definir o valor máximo que você pode gastar é essencial para evitar que se prejudique.

Contudo, você não pode apenas levar em consideração o valor do veículo! Como dito, deve ser pensando no valor do seguro, instalação de acessórios importantes, e ainda deve entrar no cálculo os valores de IPVA, taxas, multas e uma porcentagem para possíveis imprevistos.

Artigos relacionados:

O consumidor deve ficar muito atento a diversos detalhes para evitar erros antes de comprar um carro. Por isso, é essencial ter paciência, pesquisar sobre os modelos, pedir opiniões e, principalmente, se planejar para escolher o carro ideal, que atenda às suas necessidades e lhe traga bons momentos.

Esses são os maiores erros que você deve evitar antes de bater o martelo e escolher seu modelo de automóvel. Por isso, tenha máximo cuidado para não cometê-los e faça sua compra com consciência!

Que tal receber conteúdos incríveis para fazer seu dinheiro render? Então assine nossa newsletter e comece já a ver conteúdos valiosos que vão lhe ajudar nisso!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *