Investir dinheiro é uma ótima estratégia para organizar sua vida financeira e realizar seus sonhos de maneira mais rápida e fácil. Afinal, os rendimentos obtidos com a quantia investida aceleram seu enriquecimento e lhe aproximam das conquistas que deseja.

Mas como iniciar essa caminhada? Ser um investidor iniciante nem sempre é simples, mas nós podemos ajudar. Confira as 7 maiores dicas para começar a investir agora.

Depois deste post, você pode entrar nesse universo com o pé direito!

1. Planejar suas finanças

O primeiro passo para começar a investir é ter dinheiro disponível para isso, certo? Se você já tem uma quantia sobrando na conta todos os meses, ótimo! Mas se ainda não tem, ou se deseja aumentar esse valor, temos uma técnica infalível para isso: o planejamento financeiro pessoal.

Montar um orçamento e controlá-lo de perto permite que você faça escolhas mais inteligentes e realmente decida para onde quer que seu dinheiro vá. E conseguir isso é simples: para começar, basta anotar todos os seus gastos por um mês.

Depois disso, é possível ter uma visão de como está seu padrão de consumo. Apenas munido dessas informações se torna viável fazer mudanças e planejar um orçamento mais condizente com os seus interesses. A partir daí, sobrará mais dinheiro para os investimentos.

2. Definir objetivos

Não adianta muito ter dinheiro para investir, quando não se sabe o que quer fazer com ele. Imagine que você tem R$ 500,00 na conta hoje, mas não há nenhum objetivo para esse valor. Provavelmente, não será difícil gastar parte dele em alguma compra ou gasto de lazer não planejado, certo?

Agora, imagine que esse dinheiro está na conta, mas você sabe que separou essa quantia para fazer uma viagem daqui a dois meses. A sua tendência será não mexer no valor, pois sabe que precisará dele para o objetivo traçado.

É por causa dessa diferença básica que se faz tão importante definir objetivos financeiros. E tem mais: delimitar esses planos ajuda também a fazer as escolhas de investimentos. Você pode organizar sua forma de investir a partir de metas de curto, médio ou longo prazo. Por exemplo:

  • pagar cursos;
  • viajar;
  • comprar um carro;
  • ter o próprio imóvel;
  • preparar-se para a chegada de um filho;
  • aposentar-se ou alcançar a independência financeira.

3.  Conhecer os investimentos

Depois de se organizar internamente e pensar em objetivos financeiros, chega a hora de cruzar essas informações com o conhecimento sobre como os investimentos funcionam. Esse ponto é essencial. Do contrário, você pode enfrentar alguns problemas ou ter prejuízo.

Um fator que precisa ser analisado com muito cuidado é o risco dos investimentos. Eles podem ser classificados em conservadores, moderados ou arrojados, dependendo dessa característica. Com isso, você deve saber qual é o seu perfil antes de começar a investir.

Pessoas de perfil conservador procuram opções menos arriscadas – geralmente, os iniciantes começam por aqui. Já os de perfil moderado aceitam correr certos riscos, enquanto os investidores arrojados não veem problema em arriscar uma maior parte de suas carteiras.

Além do risco, você precisa entender detalhes dos investimentos para escolher o melhor para cada objetivo. Por exemplo, se o seu desejo é comprar um carro no próximo ano, não é uma boa escolha alocar o dinheiro em um produto com vencimento para daqui a cinco anos.

4. Colocar metas mensais

Se você está procurando dicas para começar a investir, é importante saber que a entrada no mundo dos investidores não deve ser encarada como uma prática isolada. Ou seja, o ideal não é fazer apenas um investimento e esquecer o dinheiro que ficou lá.

Pelo contrário, o melhor é se comprometer com metas mensais, para fazer a quantia investida crescer cada vez mais. Dessa forma, é possível colocar o dinheiro para trabalhar para você e proporcionar mais liberdade financeira com o tempo.

Então, procure organizar suas finanças de maneira que sempre seja possível reservar um valor para investir. De preferência, pague-se primeiro: separe as metas dos investimentos logo no início do mês e passe o restante do período com o que sobrou na conta-corrente.

5. Abrir conta em um banco de investimento

Uma das formas de fazer investimentos é por meio dos bancos tradicionais. Entretanto, essa é uma estratégia limitada, pois eles só oferecem opções de dentro da própria instituição. Para ampliar suas alternativas, vale a pena abrir uma conta em bancos de investimento.

Eles oferecem opções mais atrativas, já que são especializados nesse ramo. Assim, você encontra rendimentos e condições melhores. Além disso, terá acesso a investimentos da renda variável por meio da plataforma home broker.

6. Economizar para investir mais

Quem começa a investir costuma pegar gosto pela atividade e buscar aprender cada vez mais. Com isso, você certamente desejará ter mais dinheiro para continuar aumentando seu patrimônio e aproveitando ótimos lucros.

Então, já nos antecipamos a essa situação e orientamos: pratique dicas de economia para conseguir investir mais ao longo do tempo. Cortar gastos e rever o orçamento constantemente permitirá um enriquecimento mais rápido.

Outra dica nesse sentido é buscar sempre progressão na carreira para ganhar mais. Essa também é uma forma de impulsionar seus investimentos e alcançar seus objetivos financeiros mais rapidamente.

7. Diversificar a carteira

Há um ensinamento muito presente quando se fala com investidores: nunca colocar todos os ovos em uma cesta só. A ideia por trás dessa frase é a de diversificação de carteira. Em outras palavras: conheça investimentos diversos e distribua seu dinheiro entre eles.

Existem muitas vantagens nessa prática. Uma delas é a segurança. Como a quantia não está em um local só, você fica mais protegido contra perdas. Outro benefício é a facilidade para organizar seus objetivos, colocando o valor de cada um em investimentos diferentes.

A diversificação promove, ainda, aumento de rendimentos. Com ela você aproveita várias rentabilidades, então, pode ter uma carteira mais lucrativa. Por isso, essa técnica é indicada mesmo para quem está começando.

Estas foram as nossas 7 dicas para começar a investir. Não são incríveis? Sem dúvida, você conseguirá bons resultados ao basear suas escolhas em orientações como estas.

Não deixe de continuar estudando o assunto para tomar decisões acertadas!

Que tal saber tudo sobre investimentos de baixo risco? Confira 5 produtos desse tipo para investir!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *