O mercado financeiro passa por ciclos que fazem as pessoas sentirem medo em alguns momentos e euforia em outros. Isso é normal. No entanto, quem não entende esses movimentos pode ter prejuízo ou perder boas oportunidades de investimento e especulação.

Por isso, é importante compreender o bullish e o bearish market. Essas expressões descrevem o comportamento do mercado e podem ajudar você a tomar boas decisões ao operar na bolsa de valores.

Eles são conceitos fundamentais tanto para investidores quanto para especuladores. Quer entender o que são bullish e bearish market? Confira a seguir!

O que é bullish market?

O bullish market, também conhecido como bull market, recebeu esse nome com base no comportamento do touro (em inglês, bull). Ao atacar, esse animal faz um movimento de baixo para cima, lembrando o movimento de alta no mercado.

No mercado de touro, investidores e especuladores geralmente são otimistas. Com isso, eles compram mais ações e outros ativos, o que tende a aumentar os preços. Afinal, a demanda é maior do que a oferta, gerando valorizações que tornam o mercado cada vez mais atrativo.

Esse otimismo no mercado financeiro favorece a economia. Por exemplo, é comum que o PIB (produto interno bruto) aumente, a inflação diminua e o desemprego seja reduzido. Pode haver também quedas nas taxas de juros e aumento na lucratividade das empresas.

Durante a fase de otimismo, os investidores tendem a ficar eufóricos e começam a pagar cada vez mais caro ao comprar ações. Em algum momento, elas podem ser cotadas por preços bem mais altos que o preço justo.

Tal cenário de alta, porém, não dura para sempre. De repente, um acontecimento — como a pandemia de covid-19 — pode causar medo em investidores e especuladores. Então, encerra-se o bullish market, dando início ao bearish market.

O que é bearish market?

Diferentemente do touro, o urso (em inglês, bear) ataca de cima para baixo. Quando está diante de uma presa, o animal fica de pé e desce, atacando ferozmente com suas patas. De modo similar, o mercado financeiro às vezes passa por ciclos de baixa, caracterizando o bearish market.

O comportamento de investidores e especuladores no mercado urso é oposto ao observado no bull market. Aqui existe pessimismo, o que leva as pessoas a se desfazerem de seus investimentos. Pode-se observar o comportamento de manada ditando o modo de agir de muitas pessoas.

Quanto mais investidores vendem seus ativos, mais eles se desvalorizam — desequilibrando cada vez mais a relação entre oferta e demanda. Esse efeito negativo não se limita ao mercado financeiro, afetando seriamente a economia do país.

Em um cenário de bear market, pode ocorrer redução no PIB e aumento na inflação. O aumento do desemprego, das taxas de juros e do endividamento na indústria são outras consequências possíveis.

Nesse momento, porém, há investidores que aproveitam a fase de ações em baixa e compram novos ativos para suas carteiras. Com isso, a tendência é que o movimento de baixa diminua, e o mercado começa a se recuperar.

Foi exatamente isso o que aconteceu em 2020. No começo da pandemia, o pânico se espalhou, derrubando bolsas de valores no mundo todo. Mas, nos meses seguintes, o mercado se recuperou, entrando em um novo ciclo de alta.

Uma origem alternativa para a expressão bear market

O movimento de ataque do urso pode ter dado origem à expressão bear market. Mas a origem do termo pode estar também no antigo provérbio: “não venda a pele de um urso antes de pegá-lo”. No passado, era comum que caçadores vendessem peles de animais antes mesmo de caçá-los.

Essa estratégia nos lembra do que especuladores fazem em um cenário de mercado em baixa. Prevendo que um ativo se desvalorizará, eles podem realizar vendas a descoberto.

Isso significa alugar ações e vendê-las para, em seguida, fazer a compra e devolver o que alugaram. Tal especulação é semelhante à estratégia do caçador que vendia uma pele de urso sem tê-la no momento.

Por que é importante entender os conceitos de bullish e bearish market?

Agora que você entende os conceitos de bullish e bearish market, é importante saber o que fazer com esse conhecimento. Confira!

Especulação

No caso dos especuladores, há a chance de tirar proveito do bull market, quando as ações estão em alta, para lucrar com a valorização delas. Se as ações estão em baixa, como você viu, pode ser uma oportunidade de fazer vendas a descoberto e lucrar com a desvalorização.

Como há oportunidades para ganhar dinheiro com a especulação em qualquer movimento da bolsa, é importante conhecer as tendências. Assim, avaliando o mercado o trader pode operar melhor de acordo com suas análises.

Investimentos

Investidores que visam o longo prazo, por sua vez, precisam considerar alguns pontos importantes. O grande investidor Warren Buffett disse: “seja ganancioso quando os outros estão com medo e seja medroso quando os outros são gananciosos”.

Essa frase contém um alerta concernente à tendência das pessoas de acompanhar a multidão. Quando o cenário é de pessimismo, muitas pessoas se desfazem de seus investimentos, consolidando grandes prejuízos.

Muitas fazem isso acreditando que estão evitando prejuízos maiores. No entanto, elas esquecem — ou não sabem — que o mercado é cíclico. Ou seja, há chance de que ele se recupere e que a perda não realizada se torne lucro novamente.

Assim, é possível saber evitar prejuízos durante o bear market. Ao contrário, ele pode trazer oportunidades para quem é adepto do value investing. Afinal, em cenários de baixa é possível comprar ações de boas empresas por preços mais atrativos.

Com relação ao bull market, também é preciso ter cuidado quando o mercado está muito eufórico. Dependendo dos preços das ações, pode não valer a pena comprá-las. Na verdade, pode existir até mesmo uma bolha financeira no mercado pronta para estourar.

Perceba a importância de conhecer o movimento de preço dos papéis. Contudo, é válido destacar que, independentemente do cenário de bullish ou bearish market, os investidores de longo prazo devem se apegar às suas estratégias. Manter a regularidade ajudará a alcançar seus objetivos.

Conclusão

O mercado de ações passa pelos ciclos de bullish e bearish market, e não é possível evitá-los. No entanto, você pode definir estratégias para tirar proveito desses movimentos e evitar prejuízos. Lembre-se: tome cuidado com o efeito manada e as chances de você ter sucesso serão maiores!

Quem quer ter bons resultados no longo prazo também precisa saber analisar ações. Por isso, descubra o que é e como fazer uma análise fundamentalista!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *