Alcançar a independência financeira não é um objetivo impossível, como muita gente pode acreditar. Porém, não existe uma fórmula mágica que deixará você rico de uma hora para outra. É preciso resiliência e empenho em poupar e investir dinheiro. E um dos principais elementos para chegar a esse objetivo é o controle de orçamento.

Mas, afinal, o que é um controle de orçamento? O controle de orçamento é saber o quanto de dinheiro entra e o quanto de dinheiro sai, seja no seu orçamento familiar ou na gestão da sua empresa.

Não faltam métodos e maneiras de organizar sua vida financeira. Porém, antes mesmo de decidir a metodologia que irá aplicar para cuidar do seu dinheiro, é importante seguir algumas dicas fundamentais para que esse plano dê certo.

Nos próximos parágrafos você irá conferir 5 destas dicas fundamentais, descobrirá como aplicá-las para sua organização financeira e entenderá como elas poderão lhe ajudar a ter as finanças sob controle. Confira!

1.  Registre suas movimentações financeiras passadas

Não importa o quão insignificante pareça, não deixe nenhum extrato ou nota fiscal de fora do controle de orçamento mensal. Se é avesso à tecnologia, guarde-as em uma pasta.

Se não consegue viver sem apps de smartphone por perto, escolha um aplicativo para organizar seu orçamento e registre todas as suas notas, dívidas e parcelamentos ali

O mesmo vale para o dinheiro que ganha ao longo do mês. Salário, qualquer coisa que tenha vendido online ou pessoalmente ou qualquer coisa que faça para ganhar dinheiro no seu tempo livre.

Registrar tudo é o primeiro passo para um controle de orçamento bem-sucedido.

2.  Defina metas financeiras claras

Saber para onde está indo é uma das melhores maneiras para se chegar lá. Ou, em linguagem mais direta: defina objetivos claros para saber como irá conquistá-los!

Essa afirmação também serve para quem quer ter mais controle de orçamento. Crie metas para o seu dinheiro. Sonha em viajar de cruzeiro? Estabeleça então uma rotina de poupar e investir dinheiro todo mês para realizar esse objetivo.

Você pode fazer o mesmo para metas como o alcance da independência financeira ou até mesmo para ter uma aposentadoria sem problemas financeiros. Defina as metas, escolha os investimentos e faça aportes frequentes.

Macetes para definir metas:

  • Defina metas claras: saiba o que quer. Objetivos como “ficar rico” ou “ficar magro” são vagos demais. “Acumular 1 milhão de reais fazendo X trabalho” ou “perder 10kg com X treino e dieta” possuem clareza e são quantificáveis
  • Estabeleça um prazo: pode parecer opressivo à primeira vista, mas é a melhor maneira de se forçar a cumprir suas metas. Objetivos sem prazo tendem a serem deixados para depois
  • Fragmente em pedaços menores: estabelecer metas é uma atividade empolgante. Mas se empolgação bastasse, você já teria cumprido suas resoluções de Ano Novo antes de 2019 acabar, certo? A motivação tende a diminuir com o tempo, e uma maneira de driblar isso é fragmentando suas metas em pequenos objetivos, que são alcançados mais facilmente.

3.  Saiba a diferença entre orçamento planejado e realizado

À medida que vai aprendendo sobre como fazer controle de orçamento, pode acabar se animando e prevendo suas entradas e saídas dos próximos meses. Isso é ótimo, mas cuidado para não acabar confundindo orçamento previsto e realizado.

Isso pode fazer com que seu orçamento deixe de representar a realidade e comece a controlar algo que não existe. É importante saber como calcular o orçado contra o realizado.

Orçamento planejado significa o que você previu. Realizado é aquilo que de fato aconteceu, mesmo que fora das previsões. Confira na próxima dica como estabelecer a diferença.

4.  Registre todos os gastos e receitas extra durante o mês

Na primeira dica, você soube que era necessário registrar tudo que já havia passado para montar seu orçamento. Agora, você deve ter o hábito de registrar todo o dinheiro que entrar ou sair no futuro.

Se não fizer isso, é bastante provável que, em poucos meses, seu orçamento deixará de acompanhar a realidade.

A consequência disso é que pode acabar ficando sem dinheiro para pagar uma conta importante, mesmo que seu registro diga que ele exista. Ou seja, o orçamento será uma fonte de dor de cabeça, ao invés de uma ferramenta para lhe ajudar a concretizar seus objetivos.

Da mesma maneira que foi indicado no começo do artigo, você pode registrar suas compras e recebimentos por meio de um bloco de notas ou aplicativos especiais para ajudar no controle de orçamento.

5.  Revise seu orçamento mensalmente

Criou seu orçamento e continuou a acompanhar todas as suas entradas e saídas ao longo do mês e ele finalmente chegou ao fim? Hora de revisá-lo!

Compare o que havia previsto para o mês e, do lado, coloque o registro do que realmente aconteceu. Qual foi a diferença entre orçado x realizado? Gastou mais do que deveria ou acabou sobrando dinheiro no fim do mês?

Onde esse ganho ou perda ocorreu? Faça essas perguntas e use as informações que registrou ao longo do mês para descobrir a resposta.

Por exemplo, imagine que gastou mais do que previa para pegar Uber. Por que esse aumento no gasto aconteceu? Foi por conta de uma emergência? Acabou esbanjando mais do que deveria?

Agora que descobriu o motivo, você terá algumas decisões a tomar. Se o gasto foi maior mesmo, sem que nada de especial tenha acontecido, talvez seja interessante aumentar o valor reservado para o transporte no próximo mês (lembrando que isso pode significar a redução em outra categoria).

Foi por causa de uma emergência? Então não há o que alterar, já que essas situações fogem ao nosso controle, mas não devem se repetir em um futuro próximo. Se foi para esbanjar, então pode preparar um puxão de orelha em si. Utilize alternativas menos custosas no próximo mês para cobrir o desfalque!

Com essas dicas fundamentais, manter o controle de orçamento será mais fácil e produtivo. Por isso, não saia sem conferir nossas dicas especiais para montar um orçamento doméstico!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *