Todos queremos facilidades para cumprir nossas obrigações diárias e mensais, não é mesmo? E uma dessas obrigações é o pagamento de contas.

Além de nos demandar tempo, corremos riscos dos famosos esquecimentos, que podem gerar interrupções de serviços e pagamentos de multas. O que não é nada bom para ninguém. E se tivesse uma forma de não precisar se preocupar com isso?

Essa forma existe: trata-se do débito automático. Entenda neste artigo o que é e como utilizar esta funcionalidade de débito automático de maneira mais eficiente na organização do seu orçamento familiar.

Continue a leitura e saiba mais!

O que é o débito automático?

Se você ainda é do time que pensa que precisa ir ao banco resolver as burocracias da vida e cuidar de suas finanças, saiba que as soluções das obrigações financeiras via internet banking e aplicativos já não são novidades há algum tempo. E é neste contexto que surge o débito automático.

Além de acessarmos contas e acompanharmos o cartão de crédito, em poucos segundos, na palma da mão, é possível também organizarmos nossos pagamentos para que ocorram de maneira recorrente, sem termos que lembrar de realizar esses pagamentos de forma manual. Trata-se, portanto, do pagamento via débito automático em conta.

O Débito Automático consiste, portanto, no cadastramento de uma obrigação financeira para que todo mês ela seja debitada automaticamente da conta corrente.

Como funciona o débito automático e como utilizá-lo?

Quando temos uma obrigação de pagamento mensal, precisamos todo mês realizar esse pagamento, geralmente via boleto. Dentre essas obrigações de pagamento mais comuns, temos: Concessionária de Energia, Conta do Gás, Aluguel, Condomínio, Mensalidade Escolar, Plano de Saúde, Cartão de Crédito, Seguros, Internet, TV e Telefone.

E, para facilitar o cumprimento destas obrigações por parte dos consumidores, essas empresas e as instituições financeiras firmam acordos para que a companhia possa enviar diretamente à instituição a obrigação de pagamento de seu cliente e o valor seja cobrado diretamente de sua conta – fazendo assim, o Débito Automático.

Como aderir ao débito automático?

Utilizar e aderir ao débito automático é bastante simples. Para aderir a esse serviço, é necessário:

  • Fazer o cadastramento do débito automático diretamente com a empresa prestadora do serviço, informando os dados bancários: banco, agência e conta de sua titularidade; ou ainda,
  • Fazer o cadastramento diretamente na instituição financeira, informando os dados da empresa e a identificação do cliente junto à empresa – geralmente dada por algum código numérico.

Esse cadastramento junto à instituição financeira pode ser feito, na maioria das vezes, diretamente pelo internet banking, ao acessar sua conta.

Vantagens do débito automático

Como você pode perceber, são muitas as vantagens do uso do débito automático no dia a dia. Conheça algumas delas a seguir:

  • Pagamentos em dia

A grande e inquestionável vantagem de se aderir ao pagamento de contas via débito automático é de acabar com o risco de não pagar a conta no seu vencimento.

Por mais organizado que você seja, podem ocorrer imprevistos, doenças, você pode estar em plena viagem. E, claro, pode ocorrer o esquecimento.

E para você que não é tão organizado assim, mais valiosa ainda é essa ferramenta.

  • Não dependência da chegada de contas

Outra situação que o débito automático resolve é a dependência da chegada da conta para pagamento, que pode ser entregue ou enviada com atraso, ou até não ser entregue em determinado mês.

  • Descontos e Bônus

Além disso, quando optamos pela forma de pagamento débito em conta, as empresas costumam dar descontos, pela maior garantia de receber o valor na data certa. É comum por exemplo, empresas de telefonia darem pacotes de internet bônus para contas com débito automático.

Fora os pontos colocados, as instituições consideram que clientes com débitos automáticos cadastrados em suas contas são mais fidelizados, o que pode gerar uma melhor pontuação para o cliente na instituição, além de auxiliar no histórico de bom pagador do cliente – score.

Cuidados ao utilizar o débito automático

Verificamos até aqui que a utilização da funcionalidade do Débito Automático nos traz bastante praticidade, não é mesmo?  Porém, é preciso ficar atento a alguns detalhes para não deixar que essa solução se transforme em uma dor de cabeça.

Portanto, vale manter atenção aos seguintes pontos:

  • O Débito Automático é um MEIO DE PAGAMENTO.

Ao cadastrar uma conta em débito automático, você está optando por pagá-la com cobrança direto na conta, todo mês. A realização do débito automático, portanto,  é condicionada à existência de saldo em conta.

Caso não haja saldo suficiente em conta no dia do pagamento, o débito não será efetivado. E caso o saldo seja proveniente de limite especial da conta, algum empréstimo creditado ou valor que teria outro fim será cobrado.

Dessa forma, você não deve cadastrar uma conta em débito automático e esquecer do seu pagamento, ok?!

É necessário, portanto, acompanhamento periódico da conta. Mantenha atenção à inclusão do débito nos lançamentos previstos da conta e a posterior efetivação da cobrança, que aparecerá no extrato da conta.

  • Nem toda empresa terá convênio de débito automático com a sua instituição financeira

Para cadastrar o débito automático em sua conta, a empresa que você está pagando deve ter o convênio com a instituição que você utiliza, para permitir que o débito seja feito. Pode acontecer, portanto, de algumas empresas não terem convênio. Nesta situação, será preciso o pagamento através de outra modalidade.

A notícia boa é que, atualmente, praticamente quase todos os principais serviços que contratamos têm esse cadastro com as principais instituições.

  • Fique atento aos limites para pagamentos

Muitos cadastros de débito automático preveem a inclusão de um limite para pagamento . E, caso a conta ultrapasse esse limite, o pagamento não é efetuado. Portanto, fique atento aos limites cadastrados e aos valores das contas, evitando que se passe um mês sem pagamento.

Isso é comum de acontecer no caso de cartão de crédito. Dessa forma, se você colocou um limite para pagamento e sabe que determinado mês a fatura ultrapassará esse limite, programe-se para efetuar o pagamento de forma manual.

Medo de cobranças erradas: utilizar ou não o débito automático?

Muitas pessoas têm medo de cadastrar o débito automático de contas e serem cobradas por valores indevidos em sua conta. E, por isso, ficam às voltas com boletos todos os meses.

Se este for seu caso, é importante saber que, caso algum valor seja cobrado de forma errada em sua conta, você poderá reivindicar junto à empresa e à instituição. E, na grande maioria dos casos, a situação é resolvida.

Além disso, caso, por algum motivo, você deseje cancelar o débito automático, também é simples de fazê-lo, seja com a Instituição ou com a empresa prestadora do serviço. Por isso, não há o que temer. Você pode utilizar esta modalidade de pagamento tranquilamente no seu dia a dia, se assim desejar.

E você, costuma utilizar o débito automático no seu dia a dia? Se ainda não faz uso desta modalidade, siga as orientações que demos aqui e aproveite o melhor dessa funcionalidade!

Como fazer seu dinheiro trabalhar para você?

Aprender a investir melhor seu dinheiro e tomar boas decisões de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal, é a única maneira de fazer seu dinheiro trabalhar para você e de conquistar todos os seus objetivos financeiros.

Quer acelerar a conquista da sua liberdade financeira? Então clique aqui e saiba como fazer o seu dinheiro trabalhar para você agora!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

shadow

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *