Muitas pessoas estão cientes da importância de se organizar financeiramente e investir visando o futuro. No entanto, nem todas têm um bom planejamento financeiro nem sabem por onde começar a se organizar.

Se esse é o seu caso, não se preocupe. Você pode contar com a ajuda de um profissional do mercado financeiro. Estamos falando do planejador financeiro, que pode ajudar na organização das suas finanças.

Esse serviço tem um custo, de modo que é importante se informar sobre os benefícios que ele oferece. Assim você consegue identificar se, de fato, faz sentido contar com apoio dele para organizar seu dinheiro.

Neste post, você entenderá o que é um planejador financeiro e descobrirá 7 vantagens de contar com esse profissional. Continue a leitura e entenda!

O que é um planejador financeiro e o que ele faz?

O planejador financeiro é um profissional cujo objetivo é ajudar o cliente a se organizar financeiramente. É comum que ele seja graduado em áreas relacionadas com a Economia, embora a profissão não tenha uma regulamentação.

Esse tipo de profissional geralmente atua no mercado financeiro em funções como:

E vale destacar que existe uma certificação internacional que reconhece a capacitação de um planejador financeiro. É a CFP, que se refere a Certified Financial Planner. Sabendo de tudo isso, você tem mais chances de contratar um profissional realmente capacitado.

Afinal, ele tem uma responsabilidade muito séria. O objetivo é ajudar você a organizar sua vida financeira, o que pode incluir:

  • sair das dívidas;
  • reduzir despesas;
  • começar a investir.

Contudo, é preciso ter atenção. Apesar de poder contar com outras certificações, um profissional que deseje atuar como CFP precisa fazer uma escolha. Por exemplo, ele deve optar por atuar como agente autônomo de investimento ou como planejador.

Exercer ambas as profissões não é possível – uma vez que isso poderia gerar um conflito de interesses.

7 Vantagens de contar com um planejador financeiro

Você já entendeu o que faz um planejador financeiro. Agora é importante conhecer as vantagens de contratar esse profissional.

A seguir, descubra 7 vantagens de contar com um planejador financeiro no seu dia a dia!

1. Compreender a sua realidade financeira

Há quem esteja com as finanças tão desorganizadas que não sabe ao certo quanto ganha e quanto gasta. Algumas pessoas, inclusive, têm o costume de ver o cheque especial ou cartão de crédito como um complemento do salário, o que complica ainda mais as coisas.

Com relação ao cartão de crédito, são tantas parcelas diferentes que essas pessoas fazem suas compras apenas torcendo para terem dinheiro para pagar a fatura. O resultado é que compreender a própria realidade financeira se torna desafiador.

O planejador financeiro oferece uma ajuda e tanto nesse sentido. Ele analisa a fundo a situação do cliente a fim de oferecer sugestões de melhoria e dar a devida orientação na implementação do plano.

2. Organizar as suas finanças

Assim que o planejador financeiro obtém uma visão geral das finanças do cliente, vem a etapa de organização financeira. Essa fase é um verdadeiro mapeamento que tem o objetivo de tornar claro para onde o dinheiro está indo.

Para isso, é preciso organizar as despesas, relacionando cada uma delas em uma planilha. Desse modo, é possível ter uma ideia mais clara do padrão de vida que está sendo mantido. Há pessoas que têm um padrão de consumo incompatível com o salário, o que acaba levando ao endividamento.

É justamente essa organização das finanças que lança luz sobre a causa das dificuldades do cliente. Isso, por sua vez, abre as portas para ações de melhoria.

3. Reduzir despesas desnecessárias

Um problema comum no orçamento das famílias é a existência de despesas desnecessárias. Ao levantar informações sobre os gastos, o planejador financeiro começa a perceber oportunidades de melhoria. Talvez ele sugira que o cliente reduza gastos, por exemplo, no supermercado.

O planejador financeiro pode recomendar também que a pessoa compre menos itens considerados não essenciais. Tudo isso é analisado caso a caso, e o profissional pode dar sugestões personalizadas para que o cliente consiga se organizar financeiramente.

4. Conhecer seu perfil de investidor

Faz parte do planejamento financeiro a pessoa se organizar para investir parte do dinheiro que ganha. No entanto, para isso, é essencial conhecer o seu perfil de investidor. Afinal, ele fornece um direcionamento para boas decisões de investimento.

Algumas pessoas têm um perfil conservador, de modo que preferem investimentos de baixo risco. Outras, por terem um perfil arrojado, toleram uma boa medida de risco desde que tenham a perspectiva de obter uma rentabilidade melhor.

Quanto aos investidores moderados, aceitam correr algum risco, mas preferem manter certo grau de segurança na carteira. O planejador financeiro pode ajudar você a descobrir qual desses perfis é o seu.

5. Definir objetivos financeiros

Depois da definição do perfil, o planejador financeiro pode orientar você no estabelecimento de objetivos claros. Esse é outro fator essencial na tomada de decisão no que diz respeito aos investimentos.

Esse profissional ajuda na definição de objetivos de curto, médio e longo prazo. Desse modo, é possível escolher investimentos que sejam adequados considerando critérios como liquidez, risco, prazo, entre outros.

6. Elaborar um plano de investimentos

Cada investimento tem uma característica que o torna adequado para um portfólio. Por isso, algo que requer atenção é a seleção cuidadosa de investimentos para que a carteira seja diversificada.

O planejador financeiro ajuda também nessa questão, oferecendo informações para que o cliente tome boas decisões ao investir dinheiro. Essa ajuda é relevante, uma vez que nem todos têm o conhecimento necessário para elaborar uma estratégia de investimento.

Vale destacar que essa orientação não elimina a necessidade de você contar com um bom banco de investimento. Essa instituição financeira estará ao seu lado na de fazer os seus aportes.

7. Aprender a usar melhor o seu dinheiro

Com toda a orientação dada pelo planejador financeiro, você se torna capaz de operar no mercado financeiro por conta própria. Assim, fazer investimentos deixa de ser difícil e se torna algo natural. Esse é um dos bons frutos decorrentes da absorção de conhecimento.

Se você tem dívidas e sua vida financeira está desorganizada, considere a possibilidade de contratar um planejador financeiro.

Apesar disso, lembre-se de que a possibilidade pode não ser adequada para todos. Por isso, considere as vantagens que apresentei para tomar a melhor decisão possível.

Por fim, tenha em mente que o conhecimento pode ajudar você a lidar melhor com as suas finanças. Então siga nossos perfis nas redes sociais para acompanhar os conteúdos publicados! Estamos no Facebook, no Instagram, no Twitter e no YouTube.

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *