Segundo pesquisa realizada pela GEM (Global Entrepreneurship Monitor), cerca de 52 milhões de brasileiros possuem um negócio próprio. O país chegou a 38% na TTE (Taxa de Empreendedorismo Total), maior taxa dentre os países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

O número, de acordo com o estudo, só tende a aumentar. Com cada vez mais pessoas seguindo a carreira profissional como empreendedores, muitas outras se questionam: será que devo abrir negócio próprio? Será que ter uma empresa é realmente para mim?

Para lhe ajudar a tirar essas dúvidas, neste artigo apresentamos alguns sinais que mostram se está na hora de empreender. Mas, antes, uma pergunta importante:

Quando não abrir um negócio?

Não existe uma regra que diga que o momento para começar um negócio não seja o ideal. No entanto, se uma pessoa já está enfrentando um período conturbado na vida pessoal, e/ou anda estressada, é preciso tomar cuidado.

Mesmo que tudo ocorra bem, iniciar um negócio será estressante. Por isso, se você está se divorciando, acabou de perder o emprego, está endividado ou está mudando de cidade, por exemplo, é aconselhável adiar o sonho do próprio negócio até a vida encontrar-se novamente em equilíbrio.

Bom, mas se nada disso for problema para você, podemos então seguir para a próxima etapa.

Quando abrir um negócio?

Dentre os sinais que indicam que você está pronto para abrir um negócio próprio, citamos:

Você tem tempo

O fato é que todos nós temos as mesmas 24 horas para fazermos nossas atividades e descansarmos. A diferença de pessoas que usam bem o tempo, daquelas que reclamam que precisam de mais horas no dia, está no quão bem suas horas são empregadas.

É impossível conseguir abrir um negócio e fazê-lo crescer quando não se dispõe de tempo e dedicação para tal. Isso não significa que você deva pedir demissão (caso esteja empregado) ou que precise abrir mão de outras atividades.

Muitas pessoas começam a própria empresa trabalhando em tempo integral em um local e empreendendo no final do dia. A questão importante aqui é entender que para ter um negócio você inevitavelmente deverá controlar as horas no seu dia, adotando práticas que lhe ajudem a focar a atenção e o foco no seu objetivo.

Lembre-se também que, se for casado, administrar um negócio é um assunto de família. O comprometimento de tempo e as tensões e incertezas associadas à administração de uma empresa podem colocar uma pressão indevida nos relacionamentos familiares.

Então, caso tenha mais pessoas dependendo do seu dinheiro, não esqueça de envolvê-las na sua decisão.

Você tem conhecimento

Se você não conhece seu negócio, de onde virá sua inspiração? De nada adianta, por exemplo, querer empreender no setor de marketing se não sabe como funciona a área.

O conhecimento técnico será essencial para conseguir analisar o mercado e encontrar pontos fracos que podem ser explorados de uma maneira melhor. Além disso, será necessário conhecimento de gestão.

Abrir um negócio sem saber como gerenciá-lo é um grande indicativo de que você terá sérios problemas quando estiver lá na frente. Isso não significa que um empreendedor deva saber tudo sobre todas as áreas de uma empresa, afinal, à medida que o negócio cresce pessoas especializadas entram para o time e conseguirão cuidar de setores mais específicos.

No entanto, é importante entender sobre gerenciamento de equipes, gestão empresarial e gestão financeira para conseguir pelo menos iniciar as contratações na empresa.

Você está preparado para assumir riscos

No pain, no gain (sem dor, não há ganhos). A frase se encaixa perfeitamente neste contexto, pois todo empreendedor sabe que abrir um negócio exige resiliência para passar por situações difíceis.

E se resiliência é necessária, é porque existem alguns riscos envolvidos. Quando hoje vemos empresas de sucesso, podemos até ir atrás das histórias dos empreendedores e ter conhecimento de tudo que eles passaram. Mas cada pessoa é de um jeito e cada empreendimento é único.

Não existe fórmula do sucesso para quem quer ter uma empresa e nem uma que diga quando abrir um negócio. Todavia, para empreender é fundamental que a pessoa entenda que terá que estar preparada a assumir riscos.

Pode ser, por exemplo, que o produto ou serviço tenha que ser modificado para ter uma melhor aceitação. Pode haver uma crise econômica que prejudicará as vendas, ou pode haver meses do ano que os gastos serão maiores que as receitas.

Você tem dinheiro

Existem negócios que exigem um baixo investimento inicial, enquanto outros requerem compras de produtos e equipamentos caros. Independentemente disso, quem abre uma empresa deve saber que existem alguns custos burocráticos iniciais.

Adicionalmente a esses custos, existem aqueles que envolvem compra de estoque inicial, contratação de mão de obra, licenciamento de software, locação de espaço físico, manutenção do local, etc.

E, lógico, é sempre indicado começar um negócio com dinheiro em caixa para cobrir os meses em que as vendas não forem como o esperado.

Você está preparado para tomar decisões difíceis

A menos que você trabalhe em uma posição gerencial, pode ser que nunca tenha tido que tomar uma decisão na vida no seu emprego, como demitir um funcionário.

Como dono do próprio negócio, saiba que em sua rotina você será constantemente pressionado a tomar decisões que podem não deixá-lo confortável. Um bom empreendedor precisa saber quando correr riscos, assumir responsabilidades, cortar ideias vindas de bons funcionários, garantir a disciplina e realizar demissões.

Resumindo

Quando pensar em abrir um negócio, não esqueça que uma empresa requer conhecimento, dinheiro, tempo e dedicação, além de uma boa dose de riscos e tomadas de decisões difíceis. Se seu perfil se encaixa no que foi dito aqui, quem sabe não esteja na hora de tirar sua ideia do papel e empreender?

Caso precise de inspiração, finalizamos com a recomendação de 5 Livros para quem deseja abrir um negócio. E se este artigo foi útil a você, compartilhe-o em suas redes para que mais pessoas possam ser ajudadas.

Quer aprender como investir melhor? Então clique aqui!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *