“Nós somos o que fazemos repetitivamente. Excelência, então, não é um modo de agir, mas um hábito”. A frase é atribuída ao filósofo grego Aristóteles e fala muito sobre mudanças de comportamentos. Em especial, a mudança de atitude financeira.

Manter uma vida financeira estável requer alguma disciplina e desenvolvimento de bons comportamentos financeiros. Inclusive, toda pessoa financeiramente saudável sabe disso e tem alguns hábitos em comum.

Neste artigo, falaremos sobre seis deles. Confira!

1. Pessoas financeiramente saudáveis sabem o quanto gastam

Alguém estável financeiramente é alguém que monitora seus gastos. Isso porque, se a pessoa atingiu um patamar de controle financeiro, ela com certeza sabe que não pode gastar mais do que ganha.

Para quem ainda não consegue ter controle das despesas, sugere-se que comece anotando os gastos diariamente. Essa prática dará um panorama melhor de onde seu dinheiro está indo e mostrará as áreas que precisa de atenção.

A partir do momento que existe um equilíbrio entre a relação do que entra e sai da sua conta – que é o que acontece com quem é financeiramente saudável – o monitoramento dos gastos pode ser feito por semana, por quinzena ou até mensalmente.

Se ao anotar os gastos você perceber que está com problemas, não deixe de dar uma olhada nas nossas dicas para economizar no dia a dia.

2. Pessoas financeiramente saudáveis têm metas

Qualquer um, para ser financeiramente saudável, precisa de um plano para transformar os sonhos em realidade. E isso não está relacionado com idade, pois todos precisamos ter objetivos pessoais.

Por exemplo: você quer ter uma casa própria, tirar férias, pagar a faculdade dos filhos ou comprar um carro novo? Não importa quais sejam os seus sonhos, pois ser financeiramente saudável não tem a ver com o quão grande é uma conquista. Mas, sim, com o tanto de planejamento e disciplina que foi necessário para realizar a meta.

Nenhum objetivo precisa ser complicado, mas algo que quem atingiu a estabilidade financeira sabe é que cada meta exige um plano de ação. Na hora que for definir a sua, use a técnica SMART (metas específicas, mensuráveis, atingíveis, realistas e temporais). Neste artigo explicamos melhor.

3. Pessoas financeiramente saudáveis controlam a impulsividade

Uma pessoa que atingiu a estabilidade financeira já entendeu que os maus hábitos conseguem acabar com o dinheiro e tirar quaisquer possibilidades de alegrias com relação a ele no futuro. Dentre esses hábitos estão as compras por impulso.

O comportamento do consumidor diz muito sobre como vão as finanças de alguém. Por exemplo, um indivíduo que não consegue ver uma promoção e ficar sem correr para a loja é, provavelmente, uma pessoa com maiores tendências a comprar na impulsividade.

O consumidor consciente, por outro lado, já entendeu que existe uma diferença entre desejo e necessidade. Aliás, essa diferença é também conhecida por pessoas financeiramente saudáveis, que sabem se controlar antes de fazer um gasto desnecessário, mas que também têm dinheiro para se permitir a alguns luxos controladamente.

Caso você ainda esteja lutando contra as compras por impulso, veja sete maneiras de eliminar o hábito. Também damos dicas de alguns aplicativos que ajudam a educar hábitos de consumo.

4. Pessoas financeiramente saudáveis têm um orçamento

Apesar de que criar um orçamento possa parecer uma coisa chata, o pior de tudo é estar endividado porque perdeu o controle do dinheiro. Para evitar que isso aconteça, indivíduos financeiramente saudáveis sabem onde estão gastando o salário, onde precisam economizar e como aumentar suas economias: é o orçamento que dá essa visão.

Um orçamento pessoal tem muitas vantagens, como dar a cada real ganho um objetivo, alertar sobre gastos excessivos e aumentar uma os investimentos para cobrir emergências e despesas inesperadas.

Hoje em dia existem aplicativos para gerenciamento financeiro pessoal com layout intuitivo e que podem ser acessados de qualquer lugar. Mas se você prefere criar um orçamento da maneira tradicional, confira estas dicas.

5. Pessoas financeiramente saudáveis são satisfeitas com o que têm

Está certo que todo mundo sonha e sempre quer algo mais. No entanto, seja também grato pelo que possui hoje e foque nas coisas positivas da sua vida.

O hábito da gratidão é fundamental para sermos felizes. E quando estamos felizes não precisamos suprir nenhuma carência por meio de compras impulsivas ou más decisões financeiras.

Portanto, uma atitude que condiz com quem é financeiramente saudável é entender que não tem problema algum em querer mais, mas que ao mesmo tempo consegue agradecer por tudo que já conquistou.

Além disso, pessoas gratas possuem uma tendência maior a serem mais resilientes, algo fundamental para garantir o sucesso dos investimentos.

6. Pessoas financeiramente saudáveis investem

Pode perguntar para qualquer um que seja saudável financeiramente sobre investimentos e é bem provável que terá uma mesma resposta: bons investimentos são indispensáveis a quem quer garantir um bom futuro.

Por exemplo, indivíduos que atingem a estabilidade financeira geralmente sabem da importância de ter uma reserva de emergência. Afinal, eles não querem ver seu dinheiro sumindo quando um imprevisto acontecer.

Eles também se preocupam com a aposentadoria, não importando se levará décadas ou apenas alguns anos para se aposentar. Além disso, uma característica muito importante de quem considera-se saudável financeiramente é: saber que o dinheiro pode – e deve – trabalhar a seu favor.

Por isso, são pessoas que muito provavelmente investem em renda fixa e renda variável.

E se você, após ler tudo isso aqui, já quer começar a trilhar o caminho para a estabilidade financeira, aprenda a investir melhor! Clique aqui e saiba mais.

Quer aprender como investir melhor? Então clique aqui!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Comentários

  1. Francisco    

    Muito boas as dicas de hábitos a adotar para ter uma vida financeira mais saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *