Você já está planejando sua aposentadoria? Esse é, provavelmente, um dos assuntos que as pessoas mais precisam dar importância. Afinal, garantir uma vida tranquila e sem problemas no futuro é essencial para não perder a qualidade de vida.

Pensando nisso, preparamos esse artigo para lhe ajudar a planejá-la da melhor maneira possível!  Acompanhe a leitura e veja tudo o que deve saber na hora de preparar-se para aproveitar ao máximo a sua aposentadoria.

Por que planejar a aposentadoria é importante

De acordo com pesquisas feitas pelo SPC Brasil e pelo CNDL, mais de um terço dos aposentados continuam trabalhando no Brasil. A maioria precisa complementar a renda. Afinal, muitos dependem apenas da previdência social.

Com a reforma da previdência, realizada para seguir adequadamente as projeções de aumento de expectativa de vida e acompanhar tendências ao redor do mundo, o futuro acaba se tornando ainda mais incerto sem planejamento.

Isso porque, com a reforma, é preciso contribuir mais tempo para se aposentar com os ganhos máximos da previdência (que, ainda assim, não costumam ser suficientes para manter o padrão de vida das pessoas).

Por isso, garantir uma terceira idade com saúde e ter dinheiro para todas as suas necessidades até nos últimos anos é primordial. E depender apenas da aposentadoria do INSS pode ser arriscado demais.

Como investir para planejar a aposentadoria?

Quando se fala em planejar aposentadoria, muitos pensam apenas em Previdência Social e Privada como formas de garantir o futuro. Pode-se ter as duas, mas saiba que a Previdência Privada, por mais que tenha inúmeros benefícios, não é a única solução para complementar sua aposentadoria.

Falaremos dela, mas compartilharemos também outras opções de investimentos para a aposentadoria que podem ser boas escolhas para aqueles que desejam planejar com cuidado a aposentadoria e garantir um futuro tranquilo.

Confira abaixo algumas dessas opções de investimento:

1. Previdência Privada

Na previdência privada, o investidor faz aportes frequentes que renderão ao longo do tempo. Pode ser feito de uma única vez ou a partir de aportes frequentes.

Há dois tipos de plano:

  • Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL): indicado para quem deseja fazer a declaração do Imposto de Renda (IR) completa, permitindo abater uma porcentagem da renda tributável;
  • Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL): modelo mais simples, não permite abatimento no Imposto de Renda.

Entenda melhor como funciona esses dois planos de previdência e algumas dicas para começar a investir na previdência privada aqui.

Além disso, é importante conhecer alguns erros comuns que muitos cometem ao investir na previdência privada para não cometê-los também. Afinal, se certas questões não forem bem avaliadas por você, poderá haver frustração e decepção com seus investimentos.

2. Títulos do Tesouro Nacional

Essa alternativa pode ser uma boa opção para todos os perfis de investidor, mas principalmente para os conservadores. Isso porque investidores com esse perfil têm uma aversão maior à perda e acabam preferindo investimentos de renda fixa.

Investir em títulos do Tesouro, como o Tesouro IPCA+, por exemplo, pode ser interessante e pode oferecer bons rendimentos no longo prazo.

Além disso, eles são mais simples de serem adquiridos se comparado com investimento em ações, por exemplo. Aprenda a investir na plataforma do Tesouro Direto aqui.

3. Ações

Investir em ações na Bolsa de Valores com objetivo de obter lucro no longo prazo também pode ser opção interessante para a aposentadoria. Essa modalidade pode causar temor em quem tem aversão à perdas e pode não ser aconselhável para quem está começando.

No entanto, é uma das modalidades que podem ser consideradas e estudadas pelos investidores que investem visando a aposentadoria. Pois, apesar dos maiores riscos, são maiores também as chances de obter bons rendimentos no futuro, seja com a valorização das ações, seja com a renda passiva, por meio dos dividendos.

Vale destacar outros tipos de investimentos podem também ser boas opções para planejar seu futuro e sua aposentadoria.. Apenas certifique-se de aportar naqueles que estejam alinhados com seus objetivos e perfil.

O que é preciso para planejar a aposentadoria?

Confira agora algumas dicas essenciais que você precisa saber para planejar a aposentadoria e ter mais dinheiro, tranquilidade e uma boa qualidade de vida!

1. Comece a planejar a aposentadoria o quanto antes

Se investe desde cedo na sua aposentadoria, ótimo. Se não, comece agora mesmo! Quanto mais demorar para planejá-la, mais trabalhoso e difícil esse processo será.

Assim, faça um bom planejamento financeiro e comece a guardar uma quantia todo mês. Pesquise a fundo sobre as modalidades de investimento e as opções disponíveis de ativos e produtos para definir quais são aqueles mais alinhados às suas necessidades.

E falando em planejamento financeiro, essa é justamente a nossa segunda dica.

2. Faça um planejamento financeiro

Planejar-se financeiramente é essencial para qualquer indivíduo. Comece a colocar seus gastos em ordem e analisar para onde seu dinheiro vai.

Essa tarefa lhe ajudará a cortar despesas desnecessárias e a definir uma quantia mensal para utilizar na aposentadoria.

Lembre-se de ter consistência todo mês e guardar a mesma quantia ou mais, se puder. Depois, utilize-os nos investimentos escolhidos, fazendo aportes regulares.

3. Diversifique os investimentos

Se já investe na Previdência Social, continue! Mas, depender apenas dela pode ser arriscado, como você já sabe. Então lembre-se que ter uma carteira diversificada é o melhor para diminuir os riscos e ampliar as possibilidades de ganhos e de uma aposentadoria melhor.

Considere avaliar opções na previdência privada, em Títulos públicos, Fundos de Investimento Imobiliário, ações, dentre outros investimentos de renda variável ou fixa, por exemplo. Estude e diversifique.

4. Não subestime a expectativa de vida

Evite ao máximo planejar sua vida até uma certa idade, pois poderá viver ainda muitos anos. Por exemplo, fazer um planejamento de vida até os 75 anos, sendo que há chances de viver até os 85, 90 anos ou até mais poderá lhe deixar sem dinheiro para os últimos anos.

Faça seu planejamento para uma idade maior. Mesmo que seja impossível prever o futuro, é possível ter uma ideia se analisar a expectativa de vida da sua região ou estado e ver a média de tempo que seus antepassados viveram, como avós e pais. No entanto, lembre do que foi dito: a expectativa tende a aumentar todo ano, nem que seja um pouco.

Nesse planejamento, guarde também dinheiro para assegurar sua saúde, pois poderão aparecer problemas de saúde em decorrência da idade.

5. Continue ativo

Por mais que se aposentar lhe dará liberdade para descansar e aproveitar o momento livre, pensar em projetos e focar no que gostaria de fazer pode aumentar sua expectativa de vida e sua felicidade, além de mais dinheiro no bolso.

Se alinhar esses desejos com formas de rentabilizá-los poderá garantir uma renda extra no final dos meses, mesmo na aposentadoria. Faça o que sempre quis, mas procure manter-se ativo e focar em projetos que almeja e que possam gerar dinheiro no futuro.

Por fim, vale lembrar que manter o corpo e mente ativos é importante para não perder a saúde física e mental e a sensação de utilidade.

Conclusão

Planejar a aposentadoria é essencial para garantir uma vida financeira tranquila no futuro. Siga as dicas do artigo e confira os links no decorrer do texto para se aprofundar ainda mais no assunto e garantir uma aposentadoria próspera e sem problemas financeiros!

Já sabe como identificar seu padrão de vida e eleger prioridades financeiras? Saiba agora mesmo como fazer isso aqui!

Autor

Equipe André Bona

O Portal André Bona é um site de educação financeira independente, que tem como missão auxiliar pessoas e famílias a melhor compreender o mercado financeiro e seus produtos. Assine nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *